Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

13.07.16

Milhões a rodos

Dylan
O provérbio "o que é demais, é moléstia", serve perfeitamente para retratar a alienação geral que se tornou esta vitória da Selecção Nacional de futebol. Mas já que estamos numa onda de amor à pátria, só quando nos convém, claro, reparei que parece jorrar milhões de euros por todo o lado, desde o impacto que esta vitória trouxe à economia passando pelo encaixe da (...)
09.02.14

Deportações urgentes

Dylan
 A petição que exige a deportação para fora dos Estados Unidos de um jovem com voz de cana rachada a que chamam "cantor", é um dos bons exemplos de cidadania do povo americano que é salutar copiar. Aproveitemos o embalo e desterremos com urgência aquelas personagens que indirectamente ajudaram a cavar o buraco em que se encontra o país: os mentores das fraudes bancárias no BPN e BPP, o (...)
18.01.14

Profissão de sucesso

Dylan
 Dentro das novas profissões emergentes destaca-se uma - o participante de reality shows. Este espécime salta de programa em programa como muda de roupa. Dormem, comem e bebem de graça, proporcionam diariamente grandes números de circo - da estalada ao insulto - e habilitam-se a ganhar milhares. Como grandes empreendedores que são, gravam um disco assim que saírem da clausura ou publicam um (...)
09.01.14

O monte alegre

Dylan
 A criança, na sua doçura, chama-lhe "monte alegre". De facto, bem parece: um castelo encantado, barragens arrebatadoras com pequenas aldeias rodeadas de água por todos os lados, o rio Cávado, a Serra do Larouco, a esmagadora beleza do Parque Nacional da Peneda-Gerês,  o misticismo do Padre Fontes em Vilar de Perdizes e das "sextas-feiras 13", e a descoberta do  Santo Graal - a neve, que faz (...)
29.10.13

Azedume angolano

Dylan
Não percebo este azedume angolano em relação ao meu país, talvez os seus cidadãos e altos dirigentes se achem judicialmente inimputáveis. Deixem o Ministério Público fazer o seu trabalho, parem de ser vingativos e de
15.07.13

O sonho

Dylan
Sonhei que o povo que adora futebol e novelas tinha-se revoltado, insurgido nas ruas contra a corrupção que grassa no país e abrange todos os sectores de actividade. Aproveitando a cobertura mediática da realização de eventos desportivos, o povo critica o despesismo do uso de dinheiros públicos na construção de estádios e pavilhões, futuros elefantes brancos. Contra os banqueiros que (...)
06.06.13

A febre das raspadinhas

Dylan
  Não tenho nada contra quem quer tentar a sorte através das raspadinhas, mas quando isso se torna um vício tresloucado que se sobrepõe e impede outras necessidades básicas, é caso preocupante. A febre das raspadinhas é uma doença provocada por um vírus compulsivo, que provoca alucinações sobre enriquecimento fácil e pés-de-meia que não são mais nada do que acelerar o esvaziamento (...)
08.10.12

A Torre de Babel

Dylan
  Não há dúvida de que a bandeira portuguesa hasteada de pernas para o ar nas comemorações oficiais do 5 de Outubro é mesmo o espelho actual do país. É a estapafúrdia abolição de mais um feriado nacional, é a ocupação e capitulação perante a troika, é um pedido de auxílio para quem possa dirigir esta Torre de Babel em que o país se tornou, e que se alastra ao federalismo europeu. (...)
07.06.12

Prioridades

Dylan
 Depois de inúmeros e fastidiosos directos televisivos da nossa selecção de futebol, do rico parque automóvel dos seus jogadores, do vergonhoso custo diário em terras polacas, dos seus inflamados egos e manias, decidi mudar de canal. Em boa hora o fiz, pois nauseado com tanta alienação encontrei alguém a quem chamar verdadeiramente de heróis: homens e mulheres que partem para fora do país (...)