Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

26.09.21

Respiracionistas

Dylan
Como perigoso "respiracionista" que sempre fui, inspirando e expirando pelos pulmões sem qualquer máscara a tapar-me a boca e o nariz no meio natural e mesmo na rua, porque nunca foi obrigatório, não posso deixar de rir com o anunciado "dia da libertação", a 1 de Outubro. O único "dia da libertação" que conheço em Portugal foi o 25 de Abril de 1974, que colocou um ponto final a quase 50 anos de fascismo e, embora andem por aí saudosistas a impor restrições aos direitos e (...)
01.08.21

E esta, hein

Dylan
Aquele país escandinavo que vive na pré-história, onde os seus habitantes têm que montar os seus próprios móveis e passeiam nas ruas os "chaços" da marca Volvo, têm menos óbitos do que Portugal por Covid-19 bem como menos mortalidade colateral em excesso de outras causas naturais. A Suécia, com o número de população idêntica à do nosso país e cuja estratégia para combater esta pandemia não pode ser pronunciada, foi apelidada de "criminosos sem noção" quando as mortes (...)
20.07.21

Apologia do egoísmo

Dylan
    Lamento desiludir muito moralista mas como vacinado contra a covid-19 jamais admitirei que tratem os não vacinados - por opção ou por insuficiência de vacinas - como leprosos impuros e que se use um certificado digital inútil para segregar visto que a vacina não impede mas apenas diminui o risco de contrair o vírus. Chega a ser caricato ver alguém a quem foi dispensado tratamento diferenciado devido à sua orientação sexual tentar inferiorizar um não vacinado ou um (...)
04.07.21

O estado do país

Dylan
O Europeu de futebol serviu para deixar de reflectir sobre o estado do país, uma alienação colectiva de cervejas, tremoços e caracóis onde por instantes se despreza o constante aumento do nível de preços dos combustiveis que já não se verificava desde 2013. No intervalo do jogo, até dá para aprovar a lei de combate à desinformação que coloca o Estado a controlar "narrativas falsas ou enganadoras", uma espécie de censura à liberdade de expressão que lembra outros tempos. (...)
05.05.21

Querido mudei a casa

Dylan
O Estado determinou  "a requisição temporária, por motivos de urgência e de interesse público e nacional", a totalidade dos imóveis de um empreendimento privado no Alentejo, uma espécie de "Querido mudei a casa" ou como tornar o nosso domicílio propriedade de outros em tempos de pandemia, com candidatos forçados, remodelações, materiais e mobiliários oferecidos pelos legais proprietários. Em vez de comportar-se como um "Okupa", controlando aquele espaço, os nossos líderes (...)
06.12.20

Teremos sempre arroz

Dylan
Desde Março que ando farto de comer "arroz", não há mudanças na ementa nem novas ideias. Já reclamei com o chefe de cozinha que disse publicamente que promete não meter tanta água no seu cultivo, pois o Natal vai ser semidesconfinado com restaurantes de horário alargado para desenjoar do "arroz" sendo hora de experimentar o polvo, o bacalhau e o peru. Antes desta benesse, o cozinheiro profissional mais os seu ajudantes ministeriais decidiram renovar o Estado de Emergência, o (...)