Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

27.04.18

Coerência precisa-se

Dylan
 Fiquei comovido com a defesa de José Sócrates feita por Miguel Guedes, músico, jurista e conhecido adepto do FC Porto, na coluna de opinião de um jornal. Até concordo com muita coisa do que escreveu, mas naquele registo habitual de que nem é carne nem é peixe, descobriu a pólvora: "ninguém está a salvo de ver a sua liberdade devassada". Em pranto, aponta o dedo aqueles que (...)
17.09.15

Vidas asfixiadas

Dylan
É tão conveniente apontarmos uma personagem como José Sócrates para descarregar as nossas frustrações pessoais e políticas. Dizem os justiceiros de taberna que "por ter estado preso é porque roubou", mas deve haver algum equívoco: o único primeiro-ministro que me confiscou metade do subsídio de Natal, através de uma sobretaxa no IRS, em 2011, ainda está em funções. (...)
24.11.14

Assalto ao aeroporto

Dylan
Numa noite fria de Novembro, os "special one" do jornalismo, elementos da Autoridade Tributária e da PSP irromperam pelo aeroporto da Portela para deter um homem proveniente de Paris. Pelo aparato, pelas constantes fugas de informação, pelo jornalismo alcoviteiro, pensei tratar-se de um perigoso cadastrado, ou talvez daqueles gestores (...)
25.03.13

Os indignados

Dylan
  Parece que anda muita gente indignada com o regresso de José Sócrates a Portugal, nomeadamente a sua futura participação num programa televisivo. São os mesmos que decidiram votar à direita e que agora se queixam da deterioração das condições de vida proporcionadas por este Governo, são os correligionários de esquerda que inviabilizaram o PEC IV (Programa de Estabilidade e Crescimento) e facultaram a entrada da "troika" em Portugal, são os mesmos que organizam petições (...)