Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

24.09.19

O preço das escolhas

Dylan
    Como diria o poeta Pablo Neruda, nós somos livres para fazer as nossas escolhas mas somos prisioneiros das consequências. Por isso, graças aos seus sócios e adeptos, o Sporting está a receber os juros da herança de Bruno de Carvalho e de Direcções que preferem olhar com desdém para a casa do vizinho da Segunda Circular em vez de resolverem os seus problemas. Com divisões mas também com alianças nunca assumidas feitas a norte,  o presidente monocórdico pago a peso de (...)
03.03.19

Falta de cultura desportiva

Dylan
Havia muito para dizer em relação ao último FC Porto - Benfica mas não posso deixar passar em claro o clima de intimidação que se continua a verificar sempre que o Benfica visita a cidade do Porto. Desde foguetes e petardos que rebentam junto ao hotel do Benfica antes do jogo até ao apedrejamento do autocarro, a cidade Património Mundial continua a ser um mundo à parte que assusta turistas pois ninguém é identificado e responsabilizado pelas autoridades devido a estes crimes. A (...)
08.02.19

Cada macaco no seu galho

Dylan
Quando vi a notícia na televisão, "macaco ameaça em restaurante", pensei que fosse mais uma vitória do partido PAN, onde os símios, à semelhança de outros animais de estimação, já pudessem entrar nesse tipo de estabelecimentos. Afinal foi um primata armado em juiz, engenheiro de fendas na bancada nas horas vagas, alguém que devia estar em Custóias mas sentencia outro cidadão a ir para o Linhó. De facto, perdeu-se um individuo legalizado com tantas capacidades ocultas. Na (...)
05.02.19

Sportinguices

Dylan
  Enquanto for barriga de aluguer de um clube a norte do Douro e essa gestação ocorrer através de um pacto em hotéis de Lisboa,  o Sporting vai ganhar as sobras que o seu parceiro deixar. Enquanto o Sporting tiver um presidente especialista em medicina desportiva mas que nas horas vagas demonstra a sua falta de classe através de entrevistas onde declama ódio ao vizinho da Segunda Circular, esquecendo os problemas que se passam em sua casa, vai continuar mais 17 anos sem ganhar o (...)
17.01.19

Fuga para Vigo

Dylan
  Existe uma música da banda bracarense Mão Morta chamada Budapeste, em que a sua letra descreve a noite promiscua na capital da Hungria. Vinte e tal anos depois vai sair uma nova versão, um pirata informático português elevado à condição de herói, um foragido da justiça que faz do roubo da correspondência privada, da extorsão e chantagem o seu modo de vida! Enquanto se aguarda a extradição do ácaro, perdão, do hacker, desta mente brilhante que nem o curso de História (...)
03.01.19

De que o Benfica não precisa

Dylan
Não tenho solução para a crise do Benfica, creio que passará pela dispensa do treinador, senão deixo isso para os especialistas da Internet, mas sei aquilo que o Benfica não deve fazer para voltar a ser campeão. Não deve contratar um treinador arruaceiro, que insulta os colegas de profissão, os árbitros, pois sabe que o máximo que lhe pode acontecer é ser punido com uma ridícula multa. Não deve colocar um papagaio na televisão do clube acusando os outros de fazerem aquilo (...)
20.11.18

Tourada à moda do Porto

Dylan
  Como é hábito, o discurso de Pinto da Costa para assinalar os 15 anos do Estádio do Dragão serviram para investir contra o Benfica e o Governo. É o cornetim do costume, falou dos "tempos do fascismo" e pensei que estava a referir-se à época da construção do antigo estádio, quando foi erguido com a ajuda do Estado Novo. Depois, falou de "clubes que gastam fortunas em advogados porque precisam", como se o dinheiro pago fosse proveniente do seu chorudo ordenado. Por fim, (...)
05.11.18

Quem dá o que tem a mais não é obrigado

Dylan
    Pode não ter a astúcia de Trapattoni, o benfiquismo de Toni e a classe de Eriksson, mas Rui Vitória será sempre um senhor. Há um provérbio que diz que "quem dá o que tem, a mais não é obrigado", pois foi isto que o abnegado ribatejano sempre fez. Enxovalhado pelos treinadores dos rivais, pela comunicação social, por alguns adeptos que o apelidavam de "professor de ginástica" e pela pressão de treinar um gigante como o Benfica, respondeu com vitórias: 2 Campeonatos (...)
05.09.18

Não passarão!

Dylan
  Continua a sanha persecutória à maior instituição desportiva em Portugal, depois da fraterna reunião entre os directores de comunicação de FCP e Sporting, em Lisboa, no ano passado. Querem interditar o Estádio da Luz só porque as claques do clube não estão legalizadas, quando sabemos que apenas 10% dos membros das ditas são registados, não lhes sendo exigido registo criminal! Não há memória de punições aplicadas a outros clubes quando esses "legalizados" decidem (...)
08.07.18

Patriotas de ocasião

Dylan
    Vi centenas de desocupados em Lisboa, junto ao aeroporto, à espera da Selecção portuguesa proveniente da Rússia. Pensei que tal aparato se devesse à intenção da FPF em dividir os cerca de 11 milhões de euros recebidos em prémios que embolsou no Mundial, ou os 66 mil euros que cada jogador recebeu. Isso é que era um exemplo de patriotismo solidário, a preocupação com o bem estar dos seus. Cheira a falso colocar bandeiras na janela e depois andar o resto do ano a enganar (...)