Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

14.09.20

Populistas indignados

Dylan
  Depois das insanas críticas à realização da Festa do Avante feita por populistas indignados, fiquei surpreendido com o silêncio ensurdecedor dos mesmos perante a enchente que se verificou, em Fátima, no passado dia 13, e mesmo com a realização de touradas e eventos que a DGS insiste em privilegiar. Foi preciso António Costa envolver-se, como cidadão e sócio, nas eleições de um clube de futebol, para outros populistas ainda mais indignados descobrirem que existe relações (...)
22.07.20

O regresso do Messias

Dylan
No futebol, como em qualquer outra profissão, jamais devia aceitar-se o regresso de alguém que cuspiu no prato onde comeu. Com a vinda do Messias Jorge Jesus e a consequente explosão de sentimentos contraditórios, os benfiquistas devem abrir uma excepção e pedir aconselhamento psicológico no programa televisivo do Dr. Phil. Este treinador competente, além de ter carisma e pensar o futebol 24 horas, representa o que é ser português, a nostalgia, o sebastianismo, a vaidade, a (...)
03.05.20

O ópio do povo

Dylan
Já era hora deste plano de desconfinamento ser aplicado mas não deixa de causar uma certa perplexidade o facto do futebol regressar no fim do mês, ainda para mais depois do cancelamento da Segunda Liga e das principais modalidades de pavilhão. O governo desconfina, o cidadão desconfia por pedirem para andar de máscara, para manter o distanciamento social de forma a reduzir a transmissão do coronavírus mas não compreende como se vai conseguir manter uma distância relativamente (...)
03.03.20

Este país não é para totós

Dylan
  Agradecemos a lufada de ar fresco que Bruno Lage trouxe ao futebol português nomeadamente através de um discurso educacional, divertido e inovador mas este país desportivo infestado de sacanas não é para totós. Já devia ter desligado o modo "Super Wings", conduzido por um prodígio de nome João Félix que aparece de 50 em 50 anos e activado o modo combativo "Os Vingadores", da Marvel. Deslumbrou-se com a suas experiências laboratoriais no Seixal, conseguiu esconder os (...)
10.02.20

Regresso ao passado

Dylan
  Não está em causa a justa vitória do FC Porto no último clássico frente ao Benfica, mas o recente jogo entre estas equipas fez-me regressar ao passado, à década de noventa. Não houve guarda Abel mas houve Paulinho Santos a partir dentes e maxilares, não houve creolina no balneário mas houve a intimidação habitual: arremesso de bolas de golfe para o relvado, foguetes lançados na noite anterior junto ao Hotel onde pernoitava o Benfica, vandalização das suas casas e uma (...)
14.01.20

Circo, futebol e Cristina

Dylan
Em 2008, na Islândia, dezenas de banqueiros foram parar à prisão por estarem envolvidos no colapso financeiro do país, em Portugal, a banca continua a perdoar milhões de dívidas a clubes de futebol depois dos contribuintes terem injectado biliões para os salvar. Na Venezuela, políticos como Juan Guaidó têm que entrar à força no Parlamento para exercer o poder legislativo arriscando a prisão, em Portugal, os deputados manipulam o registo de presenças no hemiciclo enquanto (...)
29.11.19

Emplastros da bola

Dylan
Quando se fala na possibilidade de descer o IVA sobre a electricidade encolhendo assim a factura mensal da luz para particulares e empresas, surge a anedótica notícia de que o Presidente da Liga de Futebol pressionou o Governo para também reduzir o IVA sobre o preço dos bilhetes dos jogos à taxa mínima. Somos os campeões da electricidade e do gás mais caros da Europa em termos de poder de compra das famílias, mas esta gente está mais preocupada com os estádios vazios (...)
25.11.19

Jesus Superstar

Dylan
Ninguém mais do que Jorge Jesus pensa o futebol 24 horas por dia, por isso merece ter ganho estes dois últimos títulos no Brasil. Começou como o Messias do futebol mas agora transformou-se em Superstar, numa versão profana e musical com samba e funk carioca. Pontapeia a gramática e a matemática, por vezes é rude e irascível mas operou milagres ao ressuscitar clubes moribundos, ao multiplicar títulos e curar futebolistas dados como inválidos. Calou os descrentes que diziam que (...)
06.11.19

A lajeficação do Benfica

Dylan
Os benfiquistas já começam a ficar fartos das opções técnicas tomadas por Bruno Lage contra equipas europeias. É hora do treinador mudar de canal e em vez de ver os "Super Wings" começar a ver "Os Vingadores", da Marvel. Se a nível nacional os miúdos do Canal Panda vão salvando a temporada porque falta competitividade ao campeonato, lá fora não há desenho animado nem missão de equipa que os salve. Porque esta "lajeficação" do Benfica, esta mania de sepultar as ambições (...)
24.09.19

O preço das escolhas

Dylan
    Como diria o poeta Pablo Neruda, nós somos livres para fazer as nossas escolhas mas somos prisioneiros das consequências. Por isso, graças aos seus sócios e adeptos, o Sporting está a receber os juros da herança de Bruno de Carvalho e de Direcções que preferem olhar com desdém para a casa do vizinho da Segunda Circular em vez de resolverem os seus problemas. Com divisões mas também com alianças nunca assumidas feitas a norte,  o presidente monocórdico pago a peso de (...)