Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

04.09.23

A culpa foi da tomada

Dylan
A partir de agora, quando contarem a história da Carochinha sobre o antigo árbitro Calabote, lembrem-se dos 22 minutos de desconto do jogo FC Porto-Arouca, período em que a equipa da casa evitou a derrota, em mais um episódio de descrédito internacional do futebol português. Como não bastasse, a equipa que mais beneficia destes prolongamentos pede a anulação do jogo, naquele fingimento característico, pois nunca faria isso caso tivesse ganho a partida. Parece que a culpa foi de (...)
10.08.23

Daqui não saio, daqui ninguém me tira

Dylan
  Só há duas coisas certas na vida, os impostos e o Sérgio Conceição ser expulso por insultar os árbitros. Na ressaca da Supertaça, em Aveiro, o Benfica deu um banho de bola ao FC Porto  na segunda parte do jogo. A eterna "vítima" com mau perder, que já foi expulso 24 vezes na carreira como treinador - injustamente, claro - conseguiu ofuscar um bom espectáculo e transformá-lo num circo, naquela cena ridícula de não querer sair do campo, ao melhor estilo da canção "Daqui (...)
12.05.22

Bicicletas voadoras

Dylan
  A primeira bicicleta voadora que vi foi no filme de Spielberg levando um E.T. em segurança para a sua nave. Depois, com o meu amigo de infância chamado Armando, voei numa velha bicicleta Órbita que se desmontou em andamento quando estava sentado no suporte traseiro. Agora, num hotel, em Trancoso, onde uma equipa de ciclismo do norte com nome de medicamento estava instalada, foram descobertos uns instrumentos e umas substâncias estranhas que faziam voar as bicicletas em provas (...)
10.06.19

Os lesados das Antas

Dylan
A sentença de um tribunal em condenar o Porto a indemnizar o Benfica em dois milhões devido à divulgação de correspondência privada, criou um coro de indignados. Os Lesados das Antas sentem-se enganados, afinal aquele papel comercial vendido ao balcão do Porto Canal foi deturpado, nomeadamente com expressões cortadas para alterar o sentido do texto, passando uma mensagem manipulada. Mas não foi por falta de aviso visto a supervisão da ERC (Entidade Reguladora para a (...)