Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

29.03.18

Quem tem medo da Rússia

Dylan
  Apesar de ainda não haver provas da tentativa de assassinato por parte do Kremlin de um antigo espião russo, esta história remete-nos para espisódios que aconteceram com personagens como Litvinenko, Anna Politkovskaia e Nemtsov. A Europa estava adormecida, assistiu passivamente à invasão da Geórgia, à anexação da Crimeia, ao retalhamento da Ucrânia e à fragmentação da Moldávia. Foi preciso um "ataque com arma química em solo europeu" para se perceber o que é a Rússia: (...)
10.11.17

Despojos da revolução

Dylan
100 anos depois, a revolução marxista russa continua ser festejada por muita gente. Dá um certo ar romântico "lutar pelo proletariado", evitar "a exploração do homem pelo homem", berrar por uma sociedade igualitária, mas quando se espreme a história do comunismo resta uma ditadura totalitária sobre o povo, uma exploração dos ditadores sobre o homem e uma repressão sobre os direitos cívicos e individuais das pessoas. Nem vou falar nos milhões que pagaram com a própria vida (...)
28.11.16

A História não o absolverá

Dylan
  A história de Cuba é clara como as águas das Caraíbas: substituiu-se um ditador de direita, Batista, por um de esquerda, Fidel. Para alguns, parece que existem ditadores bons e maus, consoante a costela política. Canonize-se então Fidel castrador das liberdades individuais porque alfabetizou o povo e promoveu a saúde grátis. Mas a História não (...)
11.11.14

Salto para a liberdade

Dylan
É engraçado verificar que, 25 anos depois, a queda do Muro de Berlim continua a gerar pruridos em muita gente, nomeadamente nos seguidores do regime socialista soviético. Para estes, existem os bons muros, "defensivos", como o da ex-RDA (República Democrática Alemã), e os maus, como o de Israel. Talvez seja um problema na qualidade do betão ou do arame farpado...Aquele salto (...)
04.04.12

Castrador e castrista

Dylan
      Em Santiago de Cuba, um corajoso cidadão, aproveitando o silêncio da missa rezada por Bento XVI, gritou bem alto "abaixo o comunismo" e "abaixo a ditadura", sendo imediatamente manietado pelos fantoches de serviço do regime castrista e castrador. Os lacaios do partido silenciam a população, controlando as formas de comunicação com o exterior da ilha, entre reclusões e "trabalhos (...)