Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

06.06.19

É este o mundo que criámos

Dylan
Na Holanda, um dos países mais desenvolvidos a nível económico e social, deixou-se morrer uma adolescente de 17 anos, atormentada por problemas psiquiátricos decorrentes de abusos sexuais, da anorexia e depressão, porque o tratamento médico e farmacológico falhou. Na China, em nome de ideologias políticas, continua-se a negar o massacre de Tiananmen apagando a história, quando há 30 anos veículos blindados esmagaram literalmente milhares de estudantes em Pequim originando um (...)
11.03.19

Vocações trocadas

Dylan
O juiz Neto de Moura, conhecido pelas polémicas sentenças de casos de violência doméstica, continua a insistir que "não é despropositado usar a Bíblia para fundamentar decisões". Posto isto, penso que não terá uma vocação para magistrado, terá uma propensão para padre, sacerdote ou simplesmente um especialista em Direito Canónico. Já  o hacker português refugiado na Hungria e que possivelmente será extraditado para Portugal tem uma vocação de juiz, pois trata-se de (...)
13.02.19

A tragicomédia venezuelana

Dylan
  O filósofo espanhol Ortega Y Gasset disse um dia que "ser de esquerda é como ser de direita, uma das maneiras que o homem pode escolher para ser um imbecil". Talvez seja este o ponto de partida para falarmos da situação da Venezuela esquecendo ideologias políticas e a cassete anti-imperialista. Claro que existe a cobiça pelas suas imensas reservas de petróleo por americanos, russos e chineses, mas alguém acha legítimo um governo torturar e silenciar opositores, calar a (...)
05.02.19

Sportinguices

Dylan
  Enquanto for barriga de aluguer de um clube a norte do Douro e essa gestação ocorrer através de um pacto em hotéis de Lisboa,  o Sporting vai ganhar as sobras que o seu parceiro deixar. Enquanto o Sporting tiver um presidente especialista em medicina desportiva mas que nas horas vagas demonstra a sua falta de classe através de entrevistas onde declama ódio ao vizinho da Segunda Circular, esquecendo os problemas que se passam em sua casa, vai continuar mais 17 anos sem ganhar o (...)
18.12.18

Os cuidadores informais

Dylan
A nova Lei de Bases da Saúde não contempla um estatuto para proteger os cuidadores informais, pessoas, amigos, familiares, vizinhos que ajudam outros indivíduos incapacitados a realizar as suas actividades diárias. A ministra da Saúde bem quer ignorar as 800 mil pessoas que cuidam gratuitamente destes dependentes, as 200 mil a tempo inteiro mas esquece-se do efeito ricochete: a sobrecarga do Serviço Nacional de Saúde. É que muitos destes cuidadores que gerem duas casas e (...)
06.12.18

O líder

Dylan
Se queres ter uma vida desafogada e ganhar três vezes mais do que o salário mínimo, candidata-te a chefe de claque de futebol. A ascensão é rápida, brevemente estarás a morar na Aroeira ou num condomínio fechado em Vila Nova de Gaia passeando com o teu Porsche ou BMW. Como bom membro de claque "legalizada" facilmente escreverás um livro gabando os teus delitos, um líder que sempre foste mas totalmente incompreendido.  Ser chefe de claque, perdão, ser um dirigente associativo (...)
20.11.18

Tourada à moda do Porto

Dylan
  Como é hábito, o discurso de Pinto da Costa para assinalar os 15 anos do Estádio do Dragão serviram para investir contra o Benfica e o Governo. É o cornetim do costume, falou dos "tempos do fascismo" e pensei que estava a referir-se à época da construção do antigo estádio, quando foi erguido com a ajuda do Estado Novo. Depois, falou de "clubes que gastam fortunas em advogados porque precisam", como se o dinheiro pago fosse proveniente do seu chorudo ordenado. Por fim, (...)
08.11.18

Assalto à Casa Branca

Dylan
    O Presidente dos Estados Unidos, como é seu timbre, transformou uma derrota nas eleições intercalares (acontecem na metade do mandato de quatro anos do presidente), num "tremendo sucesso"! Os republicanos podem ter segurado o Senado mas perderam a Câmara dos Representantes ( a maior das duas câmaras do Congresso) para os democratas e estados que foram ganhos por Trump, há dois anos, nas eleições presidenciais. Parece um filme de Hollywood, um populista com um discurso de (...)
24.10.18

Os fugitivos

Dylan
    Parece que Portugal esteve à beira de uma revolta quando três fugitivos cadastrados foram fotografados e expostos na comunicação social. Dando de barato que a actuação dos sindicatos de polícia não foi muito ortodoxa, a reacção de muita gente, inclusive do ministro da Administração Interna é surpreendente e exagerada. Nunca, em circunstância alguma, deve-se colocar um criminoso foragido em direito de igualdade com um cidadão comum, até porque o Código Civil diz (...)
15.10.18

Mudam-se os tempos e as vontades

Dylan
    Antigamente os furacões só varriam terreno americano, agora também destroem Portugal com violentíssimas rajadas de vento. Antes, dizia-se que não havia "toupeiras", os presidentes dos clubes de futebol "adivinhavam" que tinham de fugir para Vigo para escapar aos mandados de detenção, agora apresentam-se voluntariamente nos departamentos de investigação por caridade. Dantes, uma violação era sempre uma violação, independentemente dos protagonistas, agora se o violador (...)