Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

Ter | 05.11.19

Salve-se quem puder

Dylan

Metro-do-Porto-Cidade-da-Maia-1024x683.jpg

A redução do preço dos passes mensais ajudou à sobrelotação dos transportes públicos e trouxe novos espécimes ao Metro do Porto que rapidamente adquiriram hábitos dos utentes mais antigos. Aqueles indivíduos que permanecem junto das portas, agarrados ao varão, numa espécie de "pole dance" que impede e dificulta a entrada ou saída de outros passageiros. Também existem outros exemplares que querem entrar à força no veículo, mesmo completo, sem dar prioridade os que pretendem sair nas estações e os restantes que ocupam os lugares prioritários. Os transportes públicos são um viveiro de aromas, de odores corporais desagradáveis, de refeições apressadas, de alucinados ao telemóvel, de modas, do "salve-se quem puder", um reflexo da própria sociedade actual.