Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

Ter | 18.12.18

Os cuidadores informais

Dylan

cuidador.jpg

A nova Lei de Bases da Saúde não contempla um estatuto para proteger os cuidadores informais, pessoas, amigos, familiares, vizinhos que ajudam outros indivíduos incapacitados a realizar as suas actividades diárias. A ministra da Saúde bem quer ignorar as 800 mil pessoas que cuidam gratuitamente destes dependentes, as 200 mil a tempo inteiro mas esquece-se do efeito ricochete: a sobrecarga do Serviço Nacional de Saúde. É que muitos destes cuidadores que gerem duas casas e substituem o Estado vão lá procurar ajuda pois entram em exaustão, em stress, em esgotamento nervoso, irritabilidade, com várias alterações de humor e insónias, uma sensação de dever de obrigação que ainda os torna mais doentes daqueles que cuidam.  

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.