Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

Seg | 30.06.14

O crime compensa

Dylan

 

Podia ser um argumento de um filme policial de Hollywood mas infelizmente passou-se em Portugal. O realizador, um juiz, decretou a sentença ao nosso herói, um militar da GNR, que desta vez, não teve um final feliz: condenado à pena suspensa de quatro anos e a indemnizar os "lesados " em 45 mil euros. Exigia-se um guião diferente, pois Hugo Ernano, escapando por pouco a um atropelamento, decidiu cumprir o seu dever e perseguir dois assaltantes: pai e o tio de uma criança que viria a morrer acidentalmente.  A negligência e a irresponsabilidade do pai que levou à morte da criança custou-lhe apenas dois anos e 10 meses de prisão efectiva. Esta história tem um epílogo: mais do que concluir de que o "crime compensa", faz reflectir os agentes de autoridade, questionando se vale a pena agir no cumprimento do dever ou assobiar para o lado, essa cobarde maneira de estar na vida tão característica de muitos.

2 comentários

Comentar post