Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

Sab | 27.04.19

Nem oito nem oitenta

Dylan

cidade´s.jpg

Está provado que viver na cidade aumenta o risco de depressão e ansiedade. O ruído, o tráfego que aumenta os níveis de dióxido de carbono, o tempo despendido ao volante e a luta diária para encontrar um estacionamento pago a peso de ouro porque o planeamento urbanístico não acompanhou o planeamento dos transportes, podem tornar a vida na cidade num verdadeiro inferno. Juntem agora a actual febre do turismo que faz desregular o mercado imobiliário, aumentar rendas e provocar o despejo dos residentes dos centros históricos. O turismo é importante para a economia local e nacional, combate a desertificação urbana e recupera espaços abandonados, mas nem oito nem oitenta, ninguém questiona se é sustentável a cidade receber tanta gente, se não estamos a descaracterizar um local onde a alma da cidade são as pessoas que lá habitam, estudam ou trabalham.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.