Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

Qui | 12.07.12

Dilema arbitral

Dylan

 

 

E de repente, parece que a nomeação de Pedro Proença para arbitrar as finais da Liga dos Campeões e do Campeonato da Europa teve o condão de lavar alguma da sujidade do sector dentro de portas. Na fogueira das vaidades, o excelso sabão azul até pode remover as nódoas mais difíceis de tirar ao ponto de se exigir condecorações, mas eu pergunto: por que motivo o árbitro internacional não tem tal performance de qualidade a nível nacional  e porque o presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, Vítor Pereira, diz que esta "não é a Geração de Quinhentinhos", mas por outro lado admite árbitros estrangeiros a apitar em Portugal

4 comentários

Comentar post