Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

Seg | 24.05.10

Desregulamentação farmacêutica

Dylan

O Decreto-Lei nº 53/2007 veio liberalizar a propriedade de Farmácia mas ao mesmo tempo lançou o sector num descrédito total. Sob a capa da de um pretenso bem-estar do doente, o actual exercício da actividade farmacêutica não é mais do que uma avidez de interesses económicos e pessoais desrespeitadores do Código Deontológico da classe a que nem os jovens farmacêuticos escapam. Nas grandes cidades, as farmácias digladiam-se por clientes através do engodo de mirabolantes descontos ao melhor estilo taberneiro. As que estão de serviço permanente e de regime de reforço fazem apenas figura de corpo presente sem saber se vão conseguir pagar as horas extraordinárias aos seus funcionários que estão de plantão. Nem as recentes deslocalizações disfarçam o facto de haver farmácias a mais no País a que se acrescenta a proliferação de Parafarmácias - na penúria -, os postos de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica (MNSRM) - como cogumelos -, e as Farmácias Hospitalares. Parabéns ao Governo que acabou com um serviço de qualidade e abriu as portas aos gananciosos e oportunistas sem ética.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.