Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

Qui | 19.11.09

Símbolos religiosos e a liberdade individual

Dylan

 

 

 

A deliberação do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, em Estrasburgo, contra a presença de crucifixos nas salas de aula, foi encarada pelo Vaticano e pelo clero português como uma perseguição ao cristianismo. Mais realista, o cardeal patriarca de Lisboa disse que não foi a Igreja que colocou os crucifixos nas escolas, ou seja, compete aos governantes fazer cumprir a lei expressa na Constituição da República - a separação entre credos religiosos e o Estado, no nosso caso, laico. Mais recente, a Lei da Liberdade Religiosa é taxativa: o Estado não pode propagandear ou adoptar qualquer religião. Numa sociedade cada vez mais multicultural, não tem sentido que a maioria e a tradição imponham a sua vontade, oprimindo o direito à diferença. Não serão os símbolos religiosos uma espécie de evangelização forçada em estabelecimentos públicos como escolas e hospitais e, consequentemente, uma castração da liberdade individual?

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    FireHead

    26.11.09

    Amigo Dylan, desculpa-me estar a insistir: mas por que é que as pessoas só querem ver um lado da coisa? E ninguém se pronuncia sobre os feriados religiosos (olha, no dia 8 vamos ter uma feriadozito católico...) porquê? As coisas quando não nos convém não são ditas?
    Caramba, sejam coerentes. Ou é para todos ou não é para ninguém. Se é para remover os símbolos religiosos então que acabem - forçosamente - com os feriados católicos porque "há uma separação entre estado e igreja" (Anne).
    A culpa disto tudo é da tentação.
  • Sem imagem de perfil

    Anne

    19.12.09

    "As coisas quando não nos convém não são ditas?"

    A mim nunca me ouviu defender os feriados religiosos, que não me interessam nadinha. a única coisa boa que deles retiro é o dia de descanso. se acabassem com eles era-me indiferente.
  • Sem imagem de perfil

    FireHead

    19.12.09

    Então óptimo, Anne, espero que sempre que se lembrar de achincalhar a Igreja Católica se lembre também das coisas boas que ela nos concede, neste estado laico, como esses benditos dias cuja única coisa boa são os dias de descanso. Você, como tantos outros não católicos, não merecem esses dias para descansar, pois afinal o estado é laico.
    Defenda também, já agora, a remoção das quinas e no lugar delas coloquemos o símbolo da irreliogosidade, retiremos os nomes dos santos das instituições públicas, das cidades, das vilas... e por que não alterarmos o próprio calendário que também é cristão? Tudo isso manipula as ideias as pessoas...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.