Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

22.05.22

Árbitros em fora de jogo

Dylan
A selecção de árbitros para a fase final do Mundial 2022 no Qatar não contempla nenhum juiz português, o que não acontecia desde o Mundial 2006, na Alemanha. Portugal foi ultrapassado por assistentes e árbitros de "potências" como o Ruanda, Gâmbia, Guatemala e Zâmbia.Tenho pena que o VAR (sistema do vídeo-árbitro) tenha apanhado alguns juízes em fora de jogo por uns míseros centímetros devido ao tamanho do nariz e outros tenham tentado cavar penalties transformando-se em (...)
12.05.22

Bicicletas voadoras

Dylan
  A primeira bicicleta voadora que vi foi no filme de Spielberg levando um E.T. em segurança para a sua nave. Depois, com o meu amigo de infância chamado Armando, voei numa velha bicicleta Órbita que se desmontou em andamento quando estava sentado no suporte traseiro. Agora, num hotel, em Trancoso, onde uma equipa de ciclismo do norte com nome de medicamento estava instalada, foram descobertos uns instrumentos e umas substâncias estranhas que faziam voar as bicicletas em provas (...)
10.05.22

Futebol de régua e esquadro

Dylan
  Parece que o senhor Pinto da Costa anda desgostoso por não receber mensagens de felicitações da parte de algumas pessoas pela conquista do campeonato de futebol, se calhar estava à espera da congratulação do Biden e do Putin mas deviam estar ocupados. Por mim, vou dar-lhe os parabéns, mas também dizer que nunca se viu tantos erros de arbitragem como nesta época, como por exemplo, no jogo do título, anular um golo por fora de jogo devido ao facto do avançado estar apenas (...)
03.05.22

Filhos do "putinismo"

Dylan
Estou cansado dos argumentos destes novos negacionistas da guerra na Ucrânia, uns verdadeiros filhos do "putinismo" que acreditam que o suposto genocídio da população russófona no Leste do país é justificação para uma invasão. Para eles, o governo ucraniano composto por descendentes de judeus é um regime de inspiração neonazi, afinal o próprio Hiltler "tinha sangue judeu", e no meio de tanto delírio e incoerência nem enxergam que Putin anda de braço dado com a extrema (...)
22.04.22

Há coisas que nunca mudam

Dylan
Há partidos como o PCP que nunca mudam, continuam a ser a ovelha negra da Assembleia da República. Desta vez, os seus deputados ausentaram-se durante o discurso de Zelensky ao Parlamento mas tenho a certeza que os mesmos rejubilariam se o palco fosse dado ao "pacificador" Kim Jong Un ou a Nicolas Maduro. Há pessoas como o senhor Pinto da Costa que nunca mudam, na hora das vitórias achincalha os adversários com a fina ironia mas quando se sente acossado viaja para a Galiza em véspera (...)
18.03.22

O regresso dos negacionistas

Dylan
Depois dos negacionistas do Holocausto e dos negacionistas das alterações climáticas, da teoria da ligação entre os efeitos da rede 5G e a Covid, da conspiração das vacinas com chip localizador, surgem agora os negacionistas da guerra na Ucrânia. A sua cegueira ideológica radical transforma o leste europeu numa espécie de filme "Matrix" onde tudo é uma ilusão e propaganda anti-Rússia. No conforto das suas casas, acham que as cidades cercadas sem acesso a água, (...)
14.03.22

Falta de coerência da esquerda

Dylan
Existem pessoas que nunca desiludem pela falta de bom senso que debitam no espaço mediático. O líder do PCP, Jerónimo de Sousa, é uma dessas pessoas que a propósito da guerra na Ucrânia culpa toda a gente pelo conflito menos a Rússia, comportando-se como uma espécie de extensão do Pravda, órgão oficial do Partido Comunista da antiga União Soviética. É a falta de coerência de um partido que critica o "imperialismo americano" mas que no passado apoiou a invasão soviética (...)
24.02.22

Roleta russa

Dylan
Para percebemos a sacanice do Presidente russo em relação à Ucrânia e que vai provocar uma guerra no leste da Europa, imaginemos Espanha a reconhecer as "república populares do Minho e de Trás-os-Montes" como independentes de Portugal por causa das afinidades culturais com a Galiza, dando-lhes ajuda militar e financeira, só porque o seu chefe de governo sonhou com as antigas expansões territoriais do reino medieval de Castela e com a grande Ibéria. Nesta invasão do nosso (...)
17.02.22

Praticantes da verdade

Dylan
Nunca gostei de Bruno de Carvalho e das suas atitudes deploráveis como presidente do Sporting, mas não posso aceitar este linchamento público que começou a partir de uma denúncia devido ao suposto "comportamento ameaçador" do empresário para com outra concorrente de um programa televisivo e alastrou a uma sociedade hipócrita que consome este tipo de "entretenimento" fútil. Os praticantes da verdade ouvem o vizinho no andar de cima a espancar a mulher mas aumentam o volume do som (...)
15.02.22

Em força para a Ucrânia

Dylan
Qualquer pessoa mais distraída que viu as imagens do último jogo entre o FC Porto e o Sporting terminar em batalha campal, pensou que a guerra entre a Rússia e a Ucrânia tinha começado e nem faltou uma bala apanhada em pleno relvado. Acho que estes jogadores, técnicos, seguranças, apanha bolas, administradores, pessoal que trata da publicidade e da comunicação era útil no novo conflito armado que se avizinha na Europa por causa da Rússia e devia constituir uma força (...)