Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

À beira de um ataque de nervos

 

2015-05-20-policia-atira-garrafa.jpg

A agressão física e psicológica feita pela polícia a uma família, em Guimarães, é de alguém que não cumpre o seu código deontológico. Visionando as imagens televisivas da festa que se seguiu em Lisboa, o descontrolo continua: os policias respondem a provocações e contribuem para a desordem pública. Cresce o número de cidadãos sem valores, sem referências, de caciques regionalistas e desportivos que incendeiam ambientes, de jovens desempregados, revoltados e regados a álcool, de inimputáveis, de policiais mal pagos e irritados. O futebol não devia ser assim, um filtro que côa todas as frustrações da sociedade, de destrambelhados que não sabem respeitar as diferenças clubísticas, de um país à beira de um ataque de nervos onde ninguém toma as rédeas de tantas cavalgaduras.

Digam 34!

Primeiro apareceram os profetas da desgraça - a crise no BES iria arrastar o Benfica para uma época de pesadelo. Depois apareceu Lopetegui, um seguidor da fina ironia e especialista em latim, que acabou por dar os parabéns a todos os que contribuíram para que o Benfica fosse bicampeão. Concordo, o colinho dos adeptos foi fundamental: em Belém, no Sado, nas tortuosas serranias da Freita, no mar revolto das Caxinas e no jardim do Atlântico. Quanto aos conselheiros, não matrimoniais, aqueles que deram ensinamentos para não se festejar em Guimarães, também tinham razão. Há certos logradouros que são pequenos e tacanhos demais, então celebrou-se de norte a sul do país, em Angola, Moçambique, Timor, Cabo Verde, Guiné, Toronto, Paris, Genebra, África do Sul e Rio de Janeiro. Não custa nada, digam lá 34!

DesTAPados

tap.jpg

O direito à greve, consagrado na Constituição, sempre na boca dos "todos somos Charlie", dos defensores da liberdade, tem ultimamente levado umas facadinhas nas costas. Finalmente desTAParam-se, para eles é uma questão de conveniência: há greves boas e más, há greves que mexem na vida das pessoas, há outras que nem por isso, se for uma paralisação de aviões é grave, se for uma interrupção de outros meios de transporte já é suportável. No caso concreto da greve dos pilotos da TAP, esses defensores de contradições vieram pedir as cabeças dos pilotos, culpando-os pelo estado calamitoso da companhia e apontando o caminho da privatização como castigo. Esquecem-se dos negócios ruinosos feitos pela administração com a Varig, com a Portugália, com a venda da Groundforce, e se hoje são os pilotos que reivindicam, amanhã pode ser qualquer um de nós.   

Hipocrisia fiscal

fisco-e-casamentos.jpg

 

Depois de baixar salários, aumentar a carga horária e diminuir o período de férias, depois de cortar subsídios de férias e Natal, depois de tentar rescisões por mútuo acordo, de pressionar despedimentos e requalificações no sector, naquilo que ficou conhecido como o maior ataque à Função Pública de que há memória, o Governo, num passe de pura hipocrisia, decidiu atribuir um suplemento remuneratório aos funcionários da Administração Fiscal para premiar a produtividade. Sublime ironia: a classe dispensável que pagou a crise e "contribuiu para esvaziar os cofres", que foi salva in extremis diversas vezes pelo Tribunal Constitucional, é agora considerada  peça insubstituível na tresloucada máquina fiscal, digno do maior fingimento político, onde alguns funcionários públicos passaram a ser filhos, outros enteados.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D