Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

Nuvens negras sobre Tahrir

 

 

Dos candidatos à presidência do Egipto, entre alguém ligado ao antigo regime de Mubarak e outro candidato conotado com o fanatismo da Irmandade Muçulmana, veio o Diabo e escolheu o último. Esta eleição não é nada mais do que terreno fértil para levar ao poder fanáticos religiosos que marginalizam as mulheres e reavivam ódios étnico-geográficos antigos através da ignorância e da miséria. Nuvens negras pairam sobre a Praça Tahrir perante o evidente retrocesso do país, mas tenho a certeza que não faltará muito tempo para que se volte a clamar por uma nova "Primavera Árabe". 

 

 

 

 

 

 

Vieguices e vesguices

 

 

Caro Francisco José Viegas, secretário de Estado da Cultura,

 

Parece que alguém definiu cultura como "um conjunto complexo de crenças, leis, tradições e hábitos de um determinado conjunto de seres humanos constituídos em sociedade". Por isso, o senhor, como representante governamental desses conhecimentos - e como vivemos numa sociedade civilizada e democrática que lhe permite acumular essa função com a de escrevedor de crónicas -, quando fizer menção ao Benfica trate-o pelo nome e não pelo "outro clube", como jocosamente o fez. São milhões de eleitores do "outro clube" que o elegeram para o novo Governo e contribuem para lhe pagar o ordenado. É "aquela gente" de Trás-os-Montes e Alto Douro donde o senhor é originário que se envergonha daquilo que o seu fanatismo bolçou e que o seu cargo deveria constranger.

Prioridades

 

Depois de inúmeros e fastidiosos directos televisivos da nossa selecção de futebol, do rico parque automóvel dos seus jogadores, do vergonhoso custo diário em terras polacas, dos seus inflamados egos e manias, decidi mudar de canal. Em boa hora o fiz, pois nauseado com tanta alienação encontrei alguém a quem chamar verdadeiramente de heróis: homens e mulheres que partem para fora do país sem pose de estado, à procura de trabalho, com o espectro da incerteza e a despedirem-se no aeroporto de familiares lavados em lágrimas. Lembrei-me das palavras ridículas do primeiro-ministro incentivando a emigração, que o desemprego era "uma boa oportunidade", e então pensei: quantos milhões poderiam ter sido canalizados para fomentar o emprego em vez de se terem construído estádios de futebol por ocasião do Euro 2004?!

Em xeque

 

Depois de António Oliveira ter dito que quem manda na Federação Portuguesa de Futebol é uma empresa que actua na área da comercialização de direitos televisivos, é agora a vez de Luiz Felipe Scolari contar que era um presidente de um clube de futebol que influenciava as escolhas dos jogadores para representarem a selecção portuguesa. Como dizem os brasileiros, algumas pessoas merecem o xadrez, por todas as manigâncias desportivas que efectuaram, mas neste tabuleiro português joga-se em liberdade, à descarada. Na torre, o bispo e os peões cumprem o seu abnegado papel e ajudam a dirigir com mestria o futebol português já que o órgão destinado a essa tarefa está em constante xeque.

 

 

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D