Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

DYLAN´S WORLD

"Fui à floresta viver de livre vontade, para sugar o tutano da vida. Aniquilar tudo o que não era vida. Para, quando morrer, não descobrir que não vivi". (Henry David Thoreau)

Baía de sinceridade

 

 

As palavras de Vítor Baía, criticando o clube do seu coração por fechar-se ao exterior e não o ter homenageado - como os mais de 400 jogos pelo FC Porto e o seu palmarés invejável assim o exigiam - revelam que mais do que um portista está ali um desportista. O prefixo faz toda a diferença: por mais lavagens cerebrais que se façam em determinados clubes, por mais que se atice os sócios e adeptos, por mais que se renegue o passado e a deontologia profissional por um miserável prato de lentilhas, a opinião livre e certeira é mais poderosa do que discursos encomendados e outros tantos ao melhor estilo talibã.

Exemplo empresarial

 

Numa época de desalento empresarial português, a empresa farmacêutica Labesfal, de Tondela, é o exemplo de que, em Portugal, pode haver sucesso e motivo de orgulho para o empreendedorismo nacional. À semelhança do seu fundador, João Almiro, homem de grande humanismo, a actual Labesfal  também tem uma grande responsabilidade social ao ser um dos maiores empregadores da região Centro, com elevada formação dos seus colaboradores. Adaptou-se aos delírios do estado sobre a política dos medicamentos genéricos, inovando e investindo, atraindo uma multinacional alemã que lhe juntou o rigor organizativo e uma capacidade brutal de produção, fazendo parte das 250 empresas que mais exportam para fora do país, nomeadamente para o mercado europeu, asiático e americano. Bendita iniciativa privada que se demarca de algumas empresas estatais que não são mais do que um sorvedouro do erário público.

 

P.S. - Dedicado ao Pedro.

 

 

Mimados e beneficiados

 

Costuma dizer-se que não se deve cuspir para o ar sob pena de nos sujarmos. Vem isto a propósito das declarações de André Villas Boas, técnico do FC Porto, ironizando com o facto do SL Benfica ter sido escandalosamente prejudicado pela arbitragem em Guimarães. Que se repetisse o jogo, disse ele, de forma jocosa. Não é que, passadas algumas semanas, provou do mesmo remédio, no mesmo local, com a particularidade de ter fantasiado com uma penalidade que ninguém viu, nem mesmo o seu fiel jornal diário desportivo. Um tremenda falta de fair-play, frequente naquelas paragens, pouco habitual nos de sangue azul, que nem a sua recente retratação desculpa. Se a sua intenção era imitar Mourinho, faltou-lhe classe, se o seu esforço é seguir as pisadas de Robson, faltou-lhe humildade. Sem necessidade, a sua equipa continua a praticar excelente futebol.

O comboio não sabe nadar

 

 

O encerramento da linha do Tua e a sua consequente submersão pela futura barragem de Foz Tua é uma ameaça ao Vale do Douro e um atentado à sua classificação como Património da Humanidade. O potencial filão turístico desta prodigiosa obra de engenharia ferroviária nunca foi devidamente aproveitada e, pior do que isso, custa ver o abandono e a consequente falta de manutenção da linha por parte da CP. Um falso progresso que vai acentuar a interioridade e desperdiçar dinheiros da União Europeia que foram usados na construção de parte do troço da linha do actual Metro de Mirandela - um reflexo da incompetência de quem tem gerido o país.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D